Mini-curso: sublime text + git + github

Olá pessoal.

Em uma iniciativa com um grupo de amigos montamos um grupo de estudos onde todos que participam trocarão conhecimentos. A coisa está fluindo divinamente com vários outros conteúdos como web semântica, ferramentas para gerenciamento de projetos, dentre outros.

Nesta sexta-feira tive a satisfação de ministrar um mini-curso sobre o editor sublime text + git + github, demonstrando a instalação do sublime text com a instalação do plugin de gerenciamento de pacotes, atalhos importantes do editor, criação de snippets e um setup inicial de trabalho com alguns plugins já instalados, mostrando as facilidades que cada um proporciona para o desenvolvimento e como instalálos diretamente via github e pelo plugin de gerenciador de pacotes.

Falei também sobre o conceito de versionamento distribuído do git e sua integração com o github, criando a chave ssh  e cadastrando no perfil do github a chave gerada, disponibilizando um repositório para um projeto fictício e enviando alguns arquivos para o github, dentre outras coisas.

Segue o slide da apresentação.

Obrigado pessoal e até mais!

Anúncios

Sublime text 2 – meu setup inicial

Olá pessoal.

Para quem já conhece o editor Sublime Text, tem real noção do seu poderio. Um editor muito rápido, versátil e que cabe no seu pendrive. Caso você não conheça, recomendo que leia este link. Não falarei sobre este tópico pelo fato deste post ter a idéia de ser mais “mão-na-massa”.

Antes da listagem uma configuração interessante que você pode implementar no seu editor é indo em PREFERENCES > SETTINGS-USER e insira est trecho de código:

{
"color_scheme": "Packages/Color Scheme - Default/Twilight.tmTheme",
"default_line_ending": "unix",
"ignored_packages":
[
"Vintage"
],
"trim_trailing_white_space_on_save": true
}

Este trecho de código deixa sua linha finalizadora padrão no formato UNIX (linha 2) e remove espaços em branco à direita automaticamente quando você salva o arquivo.

Caso esteja usando Linux (no meu caso específico o Ubuntu), logo após isso vá no menu: PREFERENCES > KEY BINDINGS – USER e insira este código:

[
{ "keys": ["ctrl+'"], "command": "show_panel", "args": {"panel": "console", "toggle": true} }
]

Agora sim vamos ao setup dos plugins que você deve ter no Sublime Text

1 – Gerenciador de pacotes

Este na verdade é o plugin inicial para todos os usuários do Sublime TextDepois do Sublime Text já instalado no seu computador, abra-o e clique no atalho ” CTRL+’ ” para que apareça a linha de comando do editor. insira o código contido neste link e reinicie o sublime para que ele reconheça o gerenciador de pacotes.

2 – Zen Coding

Plugin que aumenta a produtividade na criação de arquivos HTML/XHTML. Possui uma lista vasta de atributos.

3 – Jquery snippets pack

Snippet que incorpora um conjunto de snippets referentes ao Jquery.

4 – Prefixr

Essa é para quem curte algumas features do css3. Ele transforma os atributos css para formatar a compatibilidade com os outros browserz.

5 – Placeholders

Insere conteúdo temporário para testes. Muito bom para dinamizar o trabalho.

6 – Alignment

Alinhamento do curso em seleções múltiplas.

7 – Clipboar History

Mantém um histórico de trechos de códigos diversos que tenhamos copiado com o CTRL+C.

8 – SublimeREPL

Com ele você pode executar seu interpretador padrão dentro do próprio Sublime Text

9 – DetectSyntax

Este plugin detecta a sintaxe que está sendo escrita no editor de maneira automática.

10 – Nettuts + Fetch

Com este plugin você configura todos os seus repositórios, dividindo-os entre arquivos e pacotes, podendo inserir atalhos para eles. Muito prático para arquivos que você utiliza com certa frequência nos seus projetos, como jquery, frameworks específicos, etc. Ao inserir o atalho ele faz o download direto do diretório CDN, Github, etc que você cadastrou.

11 – SFTP

Esse é um dos mais simples e ao mesmo tempo um dos melhores plugins. Com ele você poderá fazer upload e download de arquivos, pastas ou até do projeto inteiro do seu servidor via FTP. Uma espécie de Filezilla incorporado.

12 – Bracket Highlighter

Ele marca de cor diferente o escopo de uma função, de um bloco lógico, loop, dentre outros que você esteja com o cursor.

13 – Nodejs

Snippet para trabalhar com Node.js no Sublime Text. REALMENTE necessário.

14 – DocBlockr

Monta um bloco de documentação de sua classe, com alguns formatos previamente cadastrados.

15 – PHPDoc

Com ele você poderá documentar métodos das classes muito mais rápida no formato PHPDoc.

16 – Codeigniter Snippets

Snippets do framework Codeigniter. Como utilizo ele em vários trabalhos, este snippet tem um lugar reservado em meus projetos.

17 – PHPUnit

Plugin que proporciona o suporte ao PHPUnit nativo no Sublite Text.

18 – Aditional PHP Snippets

Alguns snippets para quem desenvolve na pliguagem PHP.

19 – PHP Syntax Checker

Este plugin checa e avisa a linha que está com erros de sintaxe.

20 – SideBarGIT

Ele integra o GIT no Sublime Text via sidebar. Não conhece o GIT? Leia sobre o assunto aqui

Tem um vídeo legal do Zeno no youtube, onde ele demonstra o funcionamento do sublime text 2.

Lembrando que este são SOMENTE alguns dos plugins que este editor possui. Ele tem plugins diversos para Python, Ruby, C#, Jade, Coffescript, Frameworks diversos. Pelo fato do sublime ser altamente extensível, leve, prático e aceita colaboração de seus usuários, acredito que este seja só o início de uma ferramenta excelente. Apesar de pago, você pode usá-lo mesmo sem pagar nada, mas acho bastante válido o pagamento que na verdade é bastante razoável se vermos suas vantagens dentre os demais.

OBS: Todos os plugins são encontrados facilmente no link do Sublime Text Packages: http://wbond.net/sublime_packages/community

Obrigado e até mais.